Resgatando a Felicidade

Queremos todos ser felizes!
Buscamos a felicidade!

Ao esquecermos que a felicidade genuína se encontra dentro de nós,
é a qualidade inerente ao nosso Ser…
Ela se torna um estado de consciência…
E, como todos os seres humanos, varia a cada momento.

Buscamos a felicidade através dos prazeres físicos, materiais, emocionais…
Um sentir feliz momentâneo…

Naquele momento…
Esquecemos que vivemos num mundo de dualidades,
que momentos de prazer são equilibrados com momentos não muito prazerosos!

Ao reprimirmos a nossa natureza genuína, criamos vícios, como álcool, drogas, comida, sexo…
A energia se movimenta como um pêndulo… buscando sempre um equilíbrio.

Procurando prazeres constantes, a vida se torna superficial, sem qualidade…
Escolhemos quantidade, em vez de qualidade.

Ao despertarmos para uma consciência maior…
A felicidade se torna qualidade, muito maior que prazeres psicológicos, fisiológicos…

O nosso ego se descontrai, começamos a sentir o fluir da vida…
Nos tornamos um com a natureza…
Sentindo, admirando a sua beleza, a sua perfeição, as diversificações existentes!
Respeitamos as leis do universo!

Apreciamos a arte, a música, a dança, a criatividade!
Apreciamos o silêncio… momentos de meditação, de contemplação…

Apreciamos tudo de uma maneira totalmente diferente…
Sem condições impostas, sem necessidades emocionais.

É uma vibração profunda…
Uma vibração muito mais elevada do que os prazeres mundanos…
Com uma duração muito maior!

 

Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *